Arrancou na ESAC o projeto ECOPIG

A reunião de arranque do projeto ECOPIG teve lugar no passado dia 8 de janeiro, na Escola Superior Agrária de Coimbra (ESAC).
O ECOPIG trata-se de um projeto de copromoção empresarial, que pretende atuar em territórios de baixa densidade. Entre outros, o projeto tem por objetivo dinamizar a indústria e produção de carne suína no interior do país, com uma vocação de acompanhamento de sistemas de produção de raças autóctones, neste caso, o Bísaro, e uma vertente ligada à sustentabilidade.
Segundo Luísa Chambel, investigadora da ESAC-IPC que coordena o ECOPIG, o projeto pretende perceber até que ponto os subprodutos das agroindústrias podem ser valorizados na alimentação de suínos. “A ideia é encontrar produtos económicos para alimentação destes animais. Procura-se uma alimentação com ciclos curtos, barata e com baixo impacto ambiental e ecológico, de forma a conseguir uma carne com características organoléticas ótimas e de boa qualidade, sem esquecer o bem-estar animal”, explica.
O projeto tem em vista a transferência de conhecimento para o mundo empresarial que permita chegar a um produto de qualidade, bem como a defesa da agricultura de interior, a preservação do território e a conservação dos recursos naturais e da biodiversidade.
Este projeto conta com um financiamento total de cerca de um milhão de euros, estando atribuídos ao IPC/ESAC cerca de 300 mil euros, para um período de trabalho de 30 meses. A equipa da ESAC é composta por sete investigadores e um bolseiro a tempo integral.
Para o desenvolvimento do projeto, a ESAC tem como parceiros a empresa Din, as Rações Santiago, a Universidade de Évora e a empresa de consultoria Stratia.
O ECOPIG dá sequência ao projeto desta instituição de ensino superior denominado PIGS+Care, que visava encontrar soluções para o acabamento de suínos machos sem recurso à castração, controlando o “sabor a macho” através do maneio alimentar e do enriquecimento ambiental.

Secção: Null

Publicado: 20 de Janeiro de 2021 | 18:22h

Escola Superior Agrária de Coimbra