ESAC colabora com APROFIP no desenvolvimento de produtos provenientes da figueira-da-índia

A Escola Superior Agrária de Coimbra (ESAC), no âmbito de uma prestação de serviços, está a colaborar com a APROFIP – Associação de Produtores de Figo da Índia Portugueses no desenvolvimento de soluções e produtos relacionados com a fileira da figueira-da-índia, tendo como objetivo a valorização de todo o potencial desta planta.
Tendo em consideração o facto de uma parte substancial dos frutos produzidos não alcançar os padrões de qualidade mínimos que permitam a sua comercialização em fresco, devido, essencialmente, ao baixo calibre que apresentam, a colaboração entre ambas as entidades tem em vista encontrar soluções tecnológicas com viabilidade técnica e económica, que permitam a transformação desta fruta e a obtenção de produtos de valor acrescentado com aceitação no mercado. Esta colaboração resulta também do facto de existir atualmente, e em particular nos países com tradição na cultura da figueira-da-índia, um conjunto bastante alargado de produtos derivados da planta em causa, o que não acontece em Portugal, onde a exploração da figueira-da-índia com fins comerciais, é relativamente recente e são poucas as soluções disponíveis que visem a transformação e valorização dos produtos não comercializáveis em fresco.
Nesta parceria com a APROFIP, a ESAC está a desenvolver alguns produtos à base de figo-da-índia e de palma de figueira-da-índia que assegurem viabilidade técnica e económica, bem como potencial de valorização e aceitação por parte do mercado. São exemplo a produção de bebidas fermentadas, de bebidas à base de sumo de figo-da-índia e de sumo de palma e ainda de produtos para utilização culinária.

Secção: Null

Publicado: 26 de Novembro de 2021 | 15:47h

Escola Superior Agrária de Coimbra